14 jun

Por que o backup é tão importante?

Por que o backup é importante?

Está inerente à condição humana o sentimento de ser imune a qualquer desastre. É o famoso pensamento: “com os outros acontece, comigo não!”.  A empresa está constituída, basicamente, em seus dados, naquilo que ela produz de informação. Perder esses arquivos, de um dia para o outro, pode levar uma empresa à ruína.

Apesar de a maioria conhecer a importância de manter um backup, poucos são os que têm a real dimensão do que pode acontecer caso venha a perder seus dados. É preocupante a quantidade de pequenas e médias empresas que deixam o backup como preocupação secundária. O investimento é priorizado em antivírus, firewalls e equipamentos de ponta, deixando de lado o backup. Porém, qual o sentido de proteger os dados de invasões e ataques, se, de um dia para o outro, esses dados podem simplesmente “sumir”? Diversas são as causas de perca de arquivo em um HD. Desde uma pane, até um acidente físico de causas naturais, como um incêndio ou uma enchente.

É imprescindível que os backups façam parte da rotina de operação dos sistemas, porém é importante ressaltar que não adianta fazer backup na mesma máquina ou manter o backup no mesmo ambiente (no caso de um desastre natural).  Para que isso seja feito de forma eficiente e sem grande impacto de custo e rendimento de equipe, existem as empresas especializadas em backups, que têm toda a rotina de trabalho voltada para garantir que seus dados não se percam ou corrompam.

Em 2001, com os atentados que culminaram com a ruína das torres gêmeas em Nova York, o World Trade Center, a perda de informações foi imediata e total. Transações feitas pouco antes dos ataques foram totalmente perdidas e foram necessários dias (se não meses) para recuperar os dados. Estima-se que cerca de 13 mil servidores e 50 mil posições de títulos foram perdidos. Além disso, muitas das empresas do WTC estavam localizadas perto das instalações que recebiam os backups e acabaram igualmente atingidas pelos atentados. Essas empresas acabaram por descobrir que backups mantidos na própria empresa ou na sua proximidade poderiam não ser suficientes em casos de desastres tão abrangentes.

Outro exemplo, este nacional, sobre a importância de buscar um local confiável para backups, é o caso do encurtador de URLs Migre.me. Uma falha no servidor que armazenava seus arquivos causou a perda de todo o banco de dados do site, isso porque o sistema tinha backup, porém ficava na mesma máquina. O site, que em 2010 (quando aconteceu a perda de dados) era um dos maiores encurtadores de URL da web e atraía investidores, acabou por enfraquecer e perdeu mercado.

Toda a logística que envolve o backup é trabalhosa e consome tempo e recursos da corporação. Por isso buscar um terceiro, que possa garantir que o armazenamento, transporte, integridade e restauração sejam feitos da forma correta, é o procedimento ideal para quem não pretende gastar muito tempo pensando em backup. Apesar disso, é importante buscar um local confiável e que tenha expertise, sabendo lidar com situações de risco. Assim você pode dormir tranquilo e trabalhar sem preocupações.

GetCard

“Estabilidade e performance com servidores proativos”