22 jan

Confira as 6 principais tendências do mercado de pagamentos digitais para 2019!

Independentemente do seu setor, acompanhar as tendências é crucial. Quando o gestor sabe quais os rumos que sua área de atuação está tomando, fica mais fácil realizar mudanças e investimentos que possam colocar o negócio em um lugar de destaque em relação aos concorrentes.

Portanto, se você possui integrados às suas rotinas financeiras ou trabalha com pagamentos digitais, este post foi feito para você. Nele, abordaremos as principais tendências para os próximos anos e como elas impactarão seu dia a dia. Confira a lista abaixo!

1. Pagamentos por meio de aplicativos de mensagens

Essa é uma tendência que já começou na China e, em breve, pode chegar ao resto do mundo. O aplicativo WeChat (um dos serviços de mensagens instantâneas mais populares do país asiático) possui um sistema que permite aos seus usuários enviar e receber pagamentos digitais rapidamente.

O pagamento é realizado a partir da leitura de um QRCode. Uma vez que o código é reconhecido pelo aplicativo, o software realiza a transferência automaticamente. Dessa forma, o uso de papel-moeda e cartões pode ser reduzido.

2. Teclados voltados para o envio e recebimento de pagamentos

Alguns bancos, inclusive brasileiros, estão lançando teclados voltados exclusivamente para a transferência de dinheiro entre contas-correntes. A solução permite reduzir o tempo necessário para os usuários enviarem pagamentos digitais, uma vez que o processo é feito sem a necessidade de abrir a aplicação da instituição financeira.

Ao enviar uma mensagem, basta selecionar o teclado do banco para inserir os dados de quem receberá o pagamento. A transferência é feita dentro do prazo normal de um TED ou DOC e o comprovante é compartilhado na hora. Tudo isso sem sair da tela do WhatsApp!

3. Cartões com NFC

Os cartões de crédito e débito passaram por várias mudanças ao longo das últimas décadas. A grande maioria foi voltada para tornar os métodos de pagamento mais seguros: conforme fraudadores conseguiam burlar os mecanismos tradicionais, novos recursos foram criados, tornando a solução mais robusta e preparada para evitar fraudes.

Nesse sentido, o pagamento contactless surgiu como uma forma de tornar os pagamentos digitais muito mais ágeis. Essa tecnologia utiliza um chip NFC inserido dentro do cartão para permitir o pagamento de compras automaticamente, sem que o cliente tenha de inserir o cartão na maquininha.

A novidade já está presente no Brasil em algumas emissoras. Para tornar o processo mais prático, em geral, pagamentos de baixo valor não exigem senhas. Assim, a experiência de compras se torna muito mais inteligente.

4. Sistemas cashless em festivais

Quem já foi em um grande festival sabe a dificuldade que é para comprar algum produto. A grande concentração de pessoas é uma receita perfeita para a formação de filas, especialmente no intervalo de shows e apresentações. Em muitos casos, o tempo é elevado em função da demora para processar os pagamentos com cartão: como as redes estão sobrecarregadas, as maquininhas podem ter muito mais dificuldades para verificar os dados.

Para contornar esse problema, as empresas de eventos estão adotando uma nova tecnologia de pagamento digital. As pulseiras e cartões cashless reduzem o tempo necessário para as compras serem realizadas, criando uma experiência mais agradável para o usuário, além de ampliar a segurança.

O dispositivo de pagamento funciona como um cartão pré-pago. O usuário realiza a compra da pulseira, por exemplo, antes do festival e já faz a recarga com o valor que pretende gastar durante o evento com o consumo de comida, bebida ou a compra de itens como camisas.

Chegando ao caixa, basta apresentar o meio de pagamento que o valor será descontado dos créditos da pessoa no mesmo instante. Assim, não só a fila diminui, mas também a demora para adquirir itens.

5. Pagamentos de compras com o telefone

Nos últimos anos, sistemas como o Apple Pay e o Samsung Pay mudaram a forma como nós lidamos com as nossas compras. Essas soluções de pagamentos digitais permitem que usuários utilizem o próprio smartphone como um cartão de crédito, reduzindo o tempo necessário para realizar compras, além de eliminar a necessidade de manter vários cartões nas carteiras.

O Brasil é um mercado que possui grande potencial para o uso dessas soluções. Grande parte das nossas máquinas já possui hardware habilitado para o pagamento via NFC. Portanto, em muitos casos, basta o comerciante atualizar o sistema para oferecer a praticidade a seus clientes.

No caso do Samsung Pay, a adoção para o usuário se torna ainda mais prática. Vários aparelhos da Samsung permitem que o pagamento também seja realizado via MST, ou seja, simulando um cartão de crédito magnético. Assim, os dispositivos da marca ampliam sua compatibilidade ao eliminar a necessidade de a máquina possuir o NFC habilitado.

6. POS TEF

O sistema TEF já faz parte do dia a dia de muitos negócios. Ele permitiu que companhias eliminassem gastos, conseguissem mais agilidade em seus processos e fossem capazes de maximizar seus ganhos.

O próximo passo para essa tecnologia de gestão de pagamentos digitais é chamada de POS TEF. As máquinas com essa tecnologia trazem mobilidade para o profissional, se integram sem fio às principais TEFs Houses do mercado e permitem o uso de meios de pagamento por aproximação como NFC e MST. Assim, os benefícios do TEF podem ser aproveitados mesmo por quem precisa de um meio de pagamento com alta mobilidade.

Nos últimos anos, todos setores da economia passaram por mudanças. Elas tornaram o cotidiano de empresas mais conectado, prático e integrado. Em função disso, se manter alinhado com as novas tendências é fundamental.

Para o setor de pagamentos digitais, as mudanças estão em ritmo crescente. Dos pagamentos com telefones aos novos modelos de cartão de crédito, a tecnologia está revolucionando esse setor: pagar contas se tornou algo mais prático, simples e convergente.

Portanto, para se manter competitivo, é crucial investir nas novas tecnologias de pagamentos digitais. Elas farão parte do fluxo de trabalho dos negócios do futuro, criando uma melhor experiência de compras e tornando a gestão das informações financeiras mais prática.

Se você quer saber mais sobre essas tendências e deseja começar a investir em meios para tornar seus pagamentos digitais mais eficazes, fala com a gente!